Como escolher tema para TCC

ibilce Como escolher tema para TCC

Onde tudo começa e termina.

Escolher um tema para tcc, escolher sobre o que vai escrever neste trabalho que deve coroar seus esforços em seu curso superior, não é algo simples. Os martírios e dúvidas de quem está em vias de concluir um curso superior (seja uma graduação ou pós) são muitos e a simples ideia de ter de escolher sobre o que escrever pode nos deixar divididos e confusos, não é mesmo?

As causas para essa situação, que pode se tornar desesperadora, podem ser de diversas ordens. Desde a nossa falta de maturidade até a falta de compromisso do orientador. Vou abordar a seguir três motivos que podem nos levar à loucura ao tentarmos escolher o tema para sobre o qual vamos escrever.

 

Falta de identificação com um tema específico

 

Às vezes, podemos passar pelo curso todo sem uma identificação forte com qualquer tema ou assunto ligado à nossa área. Pode ser que tenhamos escolhido a área errada e a conclusão do curso seja apenas para “não perder” ou pode ser uma distração cognitiva mesmo, você curte tanto a sua área que quer falar sobre tudo.

 

Escolher a área errada é muito comum e, acredito eu, deve ser reconhecido assim que a gente percebe que está no lugar errado. Não podemos passar a vida toda fazendo algo em que não acreditamos. No entanto, é muito comum acontecer de escolhermos um curso e descobrirmos, no meio, que ele não era exatamente o que queríamos fazer.

 

Se a gente curte tudo, já estamos em um caminho melhor. Isso não impede, entretanto que sejamos vítimas da confusão que é ter de escolher algo, quando a vontade é ficar com tudo. Identificar-se com o tema deve ser uma busca constante.

 

Falta de apoio do orientador ou da faculdade

 

Nesses vários anos em que acompanho os graduandos, revisando seus trabalhos de conclusão de curso, observo um grande descaso por parte dos orientadores. A pessoa pede ajuda e recebe cobrança. O orientador acaba agindo como avaliador e o aluno fica simplesmente apavorado com a ideia de enviar algo para que ele leia. A participação do orientador é sim fundamental para o sucesso de um trabalho de conclusão de curso.

 

Quando entrei na faculdade de Letras, tinha o sonho de ser doutora e um monte de angústias com meu trabalho com os meninos na escola.

 

Estava atirando para todos os lados em busca de ser uma profissional melhor. Ia a toda palestra, apresentação, tudo que você pensar, pode usar a imaginação à vontade, eu só não ia a festas. Um dia assisti a uma palestra da área de educação, eu cursava Letras, e falei sobre todas as minhas angústias para a palestrante.

 

Ela me disse para procurar uma tal de Luciani. Eu nem fazia ideia de quem seria essa professora que poderia me ajudar, sempre procurava os professores da área da educação, mas essa era de Linguística.

 

Em outra palestra, perguntei a uma aluna do quarto ano: “essa professora que tá falando é a Luciani?” “É, sim, ela é ótima, quer falar com ela?”

 

Imagine uma bixete, cheia de ansiedades, querendo alguma coias… tentei minimizar meu interesse e fugir, mas a moça estava muito disposta a me ajudar. Terminada a palestra, ela me jogou (literalmente, abriu a porta me deixou lá sozinha!!) na sala da professora para conversar.

 

Fiquei lá em pânico, olhando para ela e disse: “eu queria fazer pesquisa” (pior que dizer isso, seria dizer: “quero salvar o mundo”, por pouco não sai isso).

 

Ela perguntou sobre mim, eu disse que era professora, me mandou ler um monte de coisas, escrever algo e mandar para ela. Cá entre nós, acho que ela não acreditava que eu voltaria.

 

Eu li tudo, feito louca, escrevi um texto e mandei. E ela respondeu. Note que não havia registro de estágio, nem de qualquer compromisso dela comigo, eu simplesmente fiz e ela simplesmente me acolheu.

 

A Luciani me acompanhou durante toda a graduação e depois no mestrado. Ela agia como parceira sempre, nunca achei que ela iria dar uma nota no meu texto, mas me ajudar a fazer um texto melhor, me ajudar a ir além. Fomos bem longe juntas.

 

Escolhi muito bem, se puder, escolha também. Fiz também um texto sobre a escolha do orientador. Se quiser conferir, só clicar no link.

 

Mentalidade de escassez

 

Não é raro se apoderar do aluno em vias de buscar um tema para TCC, uma resistência a trocar ideias com as pessoas sobre o que está pensando em escrever com medo de que alguém roube a sua ideia. Também é comum imaginar que precisa escolher um tema maravilhoso porque é sua única chance de escrever um trabalho.

 

Essas duas ideias trazem para o meio acadêmico uma ideia de escassez. A ideia de que se alguém escrever sobre o mesmo tema o trabalho vai ficar igual. E o risco de cometer plágio não é algo que o estudante, em geral, quer. Essa forma de pensar revela uma certa inocência em relação ao trabalho e também à forma como o conhecimento é construído pela humanidade. O trabalho científico acontece pela sua percepção do tema, sua forma de organizar. O outro vai fazer da forma dele.

 

A ideia desesperadora de que esse trabalho é único, quase intocável, como se fosse a única maneira do estudante expressar seu ponto de vista também prejudica muito o testar, escrever e reescrever, que compõem a execução do trabalho. Em geral, quem sacraliza o trabalho com essa mentalidade de escassez (esse é o único trabalho) quer começar e terminar o texto, sem interrupção; de uma única tacada. Certamente, o trabalho perde em qualidade.

 

A escrita acadêmica (como outros tipos de escrita) é feita de escrever, ler, fazer anotações, redigir, corrigir, ler de novo, anotar novamente, redigir mais uma vez, corrigir, corrigir, jogar tudo fora, ler de novo, e assim segue. Percebam que se eu imaginar que é a única chance e que eu preciso começar e terminar, estou perdida e você também.

 

Qual a melhor solução para escolher tema para TCC?

 

A solução mágica não existe, me perdoe se era isso que você buscava. A solução exige esforço e dedicação. Sugiro três passos que certamente te auxiliarão nesta caminhada.

 

1. Buscar mais que um tema para TCC

 

Essa dica tem a ver com a mentalidade de escassez. Busque escrever algo que faça sentido para você, desvincule o tema de uma nota. Busque algo que você queira de fato falar sobre.

 

Quanto a gente busca no TCC algo além de terminar um curso, o processo todo se torna mais significativo e você se vê escrevendo sobre diferentes assuntos e buscando aquele que corresponde melhor ao recado que você quer dar ao mundo.

 

Sei que não é tão simples fazer isso, principalmente pelo tipo de educação que tivemos em que inteligentes são os outros, quem sabe das coisas são os outros, não a gente. Mas fazer o exercício de tomar a elaboração do trabalho como a escolha do que você quer mostrar ao mundo sobre a sua área, além de tornar todo o processo mais prazeroso, vai levar a escolha do seu tema para TCC a um outro nível.

 

2. Encontrar comunidades de apoio sobre a sua área.

 

Quando seu orientador não tem feito muito para te ajudar com seu trabalho ou mesmo quando você se sente desconfortável em pedir ajuda a ele, busque ajuda em comunidades da sua área. Hoje, com a facilidade na internet, não é difícil encontrar um grupo de pessoas que fala sobre o que você estuda.

 

Você pode começar com uma busca pelo facebook, busque grupos ou páginas que discutam aquele assunto, comece a acompanhar e perto o trabalho deles. Não se esqueça de habilitar as notificações para ficar por dentro de tudo.

 

curtir face Como escolher tema para TCC

Habilite tudo certinho.

Muitas vezes, você vai descobrir um site com um expert que seja acessível, ou mesmo um fórum em que as pessoas postam regularmente, e podem te dar feedbacks sobre o que está pensando.

 

Depois que encontrou esses lugares, não vale ficar apenas sugando o que eles te fornecem como ajuda. Ajude também, faça postagens, faça perguntas, responda perguntas quando fizerem. Certamente, você irá se cercar de pessoas que podem te auxiliar durante a elaboração do trabalho.

 

Mesmo na faculdade, busque conversar com as pessoas, fale sobre seu tema, sobre suas angústias. Não tenha medo. Você é capaz de dar a sua maneira de apresentar aquele tema e ninguém pode copiar isso.

 

3. Treinar sua mente

 

Parece estranho alguém dizer para treinar sua mente, não? Bem, esse conceito eu tirei dos livros de um autor chamado Eckhart Tolle. Ele fala sobre o poder do agora.

 

Quando eu iniciei a leitura do texto, fiquei impressionada em como ele descrevia corretamente todos os desesperos que minha mente me fazia passar, antes de iniciar a escrita de algo ou decidir por um tema.

 

Se não controlarmos a nossa mente, certamente, ela nos controlará. Uma mente serena e presente faz com que possamos analisar nossas escolhas e tomarmos as decisões sem a influência da ansiedade e outros sentimentos, que uma mente destreinada nos traz.

 

Seguindo esses passos, você vai encontrar tranquilidade para fazer suas escolhas, durante o processo. A escolha do tema é uma delas.

 

O portal educação oferece curso de metodologia científica completo (link afiliado)

16277270611194244 Como escolher tema para TCC

Related posts:

  1. Como estudar – Revisão
  2. Como estudar para concurso: gerenciando tempo
  3. Como estudar com mapa mental
  4. Como estudar – as aulas

Author: Rosana Rogeri

Professora, apaixonada pela educação em todas as suas vertentes, corredora ocasional, que nunca foge de uma boa briga...

Share This Post On